5 perguntas para Daniela Graicar, da PROS

Crédito: Divulgação/ Li Zhang/ Maxim Berg/ Unsplash

Claudia Penteado 3 minutos de leitura

Jornalista e empreendedora por vocação, Daniela Graicar abriu sua primeira agência de relações públicas aos 19 anos, e depois, outras 10 empresas. Hoje é co-líder de 90 profissionais na agência PROS, está à frente do Movimento Aladas e é uma das diretoras do selo WOB – Women on Board.

Ela diz que seu maior desafio pessoal é assegurar que as pessoas que importam se sintam cuidadas e amadas, mesmo em meio a tantas demandas de trabalho. Na profissão, o desafio é elevar a reputação da PROS e gerar impacto positivo pela equidade de gênero a partir dos movimentos em que está envolvida.

Dani conversou com a Fast Company Brasil sobre inovação, empatia, confiança, autonomia, respeito e pergunta difíceis. 

O que é inovação para você?

É questionar o status quo, olhar para o lado de um jeito curioso e humilde, na certeza de que, não importa o que você faça, sempre dá para aprimorar. É ter a coragem de reinventar processos, revisitar ideias e transformar-se. Pessoas que trabalham comigo há 10, 15 anos, dizem que não sentem tédio ou rotina, de tanto que inovamos. O que me deixa extremamente feliz, porque sei que não inovar é o maior risco para qualquer negócio ou ser humano.

Qual é, na sua visão, a habilidade mais importante para exercer a liderança nos dias atuais?

Um líder precisa de muita empatia para entender o que

não inovar é o maior risco para qualquer negócio ou ser humano.

move e o que sente cada pessoa da sua equipe. Precisa de empatia para se conectar de verdade com seus clientes e com suas necessidades, construindo relações de confiança. Ao longo do tempo, percebo que, mais que um trabalho estratégico, as pessoas gostam de se relacionar com quem as inspira e as compreende. Sem empatia, isso é impossível. E ser empático é bem mais difícil do que a gente pensa. É um exercício diário e mais profundo que a simpatia pelo outro.

O que é qualidade de vida?

Ter qualidade de vida é ser autônoma para montar minha agenda e ter tempo para o que eu defino que importa. Hoje, sinto que faço muito mais coisas relevantes do que antes, e mesmo assim tenho mais tempo para conversar com gente inspiradora, escrever meus pensamentos, apoiar negócios e estar com minha família.

Essa autonomia veio com o tempo, com a habilidade de priorizar e de montar um baita time nas minhas empresas. O luxo de ter tempo é uma conquista que eu lutei muito para poder celebrar. E não significa necessariamente ter tempo livre, mas sim tê-lo alocado para construir o futuro que eu quero para mim e para quem me cerca.

O que o conceito de sustentabilidade representa para você?

Sustentabilidade é equilíbrio, justiça e respeito. Equilíbrio entre o que as pessoas querem e o mundo pode oferecer,

Ser empático é um exercício diário e mais profundo que a simpatia pelo outro.

entre o que uns têm e outros não, entre demanda e oferta de recursos. É justiça nas escolhas e nas oportunidades existentes, respeito pelas próximas gerações e por quem está ao nosso lado e distante.

Tenho me conectado muito com pilares de ESG e atuado diariamente para reduzir a desigualdade de gênero. Tive a honra de estar na ONU em setembro, por conta dessa minha atuação. Acredito que, se cada líder se dedicar a um ODS [objetivo de desenvolvimento sustentável] da ONU, o mundo terá um futuro promissor. Porque sustentabilidade não é discurso, é ação.

Qual o melhor conselho que já recebeu na vida?

“Faça as perguntas difíceis enquanto ainda é fácil” foi o melhor conselho que eu recebi nos últimos tempos, da amiga e parceira de trabalho Andrea Bisker. Sempre achava que as coisas iriam se resolver com o tempo, que mal-entendidos iriam se esclarecer, que os combinados ficariam mais seguros.

Mas a verdade é que o tempo só aumenta os problemas. Ao ouvir esse conselho, comecei a ser mais clara nas perguntas e a alinhar expectativas para construir relações mais potentes na vida profissional e pessoal.


SOBRE A AUTORA

Claudia Penteado é editora chefe da Fast Company Brasil. saiba mais