Todos sabemos que a plataforma de redes sociais utilizada pelos recrutadores é o LinkedIn, certo? Bem, estamos em 2021 e, depois de ter passado por 2020, não podemos presumir mais nada. De acordo com o relatório 2020 Recruiter Nation da Jobvite, o uso de redes sociais na procura de empregos caiu, de maneira geral. Particularmente, o LinkedIn caiu 20% (de 92% para 72%). Contudo, surpreendentemente, o Instagram teve um aumento de 20%, com 37% dos recrutadores recorrendo a essa rede como parte da busca pelo candidato perfeito.

“Atribuiria isto a um foco cada vez maior na marca, na presença e na construção de uma identidade de carreira”, explica Kelly Lavin, vice-presidente sênior de talentos na Jobvite, uma empresa de software de RH. Lavin diz que os recrutadores querem obter um senso um pouco mais pessoal do funcionário e o conteúdo do Instagram pode oferecer um entendimento de quem a pessoa é pela forma com que ela se apresenta online e pelo conteúdo que compartilha.

Se você está procurando um emprego, talvez seja hora de prestar um pouco mais de atenção ao Instagram. Aqui vão seis dicas sobre como utilizar a plataforma para encontrar um emprego:

1) MANTENHA AS APARÊNCIAS

Se você vai utilizar sua conta do Instagram para conseguir um emprego, terá de torná-la pública, então primeiramente preste atenção no conteúdo. Pense bem os posts te refletem como profissional, comenta Vicki Salemi, especialista em carreiras no site de empregos Monster.com. A conta não precisa ser focada somente nos seus interesses profissionais, mas deve mostrá-lo como um candidato multidimensional.

Em alguns casos, fazer uma conta separada no Instagram pode fazer sentido, mas isso pode parecer pouco autêntico, afirma Lavin. A maioria dos empregadores está tentando saber mais sobre a pessoa como um todo e ter uma conta feita para limitar o que as pessoas veem de você pode ter um efeito negativo.

2) MOSTRE SUAS HABILIDADES

O Instagram é um meio visual, portanto vá em frente e poste fotos do seu cachorro e daquela receita nova que você aprendeu. Mas quando estiver usando-o para encontrar emprego é importante que mostre também seus valores e objetivos profissionais, habilidades e experiência, diz Salemi.

“Por exemplo, se há um ano você organizou uma conferência para mil pessoas e gerenciou orçamentos e vendedores, poste uma foto sua do ano passado dizendo alguma coisa como, “Difícil acreditar que isso aconteceu há um ano! Muito trabalho, mas ver os resultados XYZ valeu a pena,” diz ela. Também inclua palavras-chave e hashtags daquela conferência.

3) PESQUISE SOBRE A EMPRESA

A pesquisa da Jobvite descobriu que os candidatos priorizam iniciativas de diversidade e inclusão, benefícios, medidas de segurança contra a COVID-19 e flexibilidade no ambiente de trabalho. E conseguem ter uma ideia sobre estas áreas por meio do Instagram. “É fácil vislumbrar o funcionamento interno de uma empresa com as fotos dos escritórios. Além disso, empresas postam novas oportunidades em seus feeds”, comenta Salemi. Examine o conteúdo das fotos e das mensagens. Está vendo fotos sobre como eles estão dando suporte para trabalhadores remotos ou priorizando a experiência dos funcionários? Você consegue algumas dicas importantes sobre a empresa – e fazer uma pesquisa sobre o histórico da empresa para possíveis entrevistas – por meio do feed da empresa no Instagram.

4) INTERAJA

Quando seu perfil estiver pronto, siga as empresas que te interessam e interaja com elas, aconselha Corey Berkey, vice-presidente de recursos humanos da JazzHR, empresa de consultoria de recursos humanos. “Isso cria uma maneira diferente de estabelecer uma relação”.
Você também pode aproveitar a oportunidade para conectar-se com funcionários e recrutadores, complementa Lavin. Você não deve exagerar, mas curtir posts individuais ou da empresa e contribuir com ideias ou comentários úteis pode ser uma ótima forma de ser notado, diz ela.

5) APROVEITE MELHOR AS HASHTAGS

Buscar hashtags como #vagasabertas, #contratando, #vagas e outras pode resultar em várias oportunidades que você não encontraria de outras formas. E ao seguir as “empresas dos seus sonhos”, preste atenção nas hashtags que elas estão usando. Quando fizer sentido, compartilhe o conteúdo e as hashtags dele, indica Salemi.

6) FAÇA O ALGORITMO TRABALHAR PARA VOCÊ

Quanto mais você seguir alguns tipos de empresa, mais o Instagram vai te ajudar. “O algoritmo do Instagram fará sugestões para que você siga empresas similares. Você também pode seguir associações e organizações profissionais de várias áreas, o que é ótimo para se manter atualizado sobre os novos desenvolvimentos, novas tendências, entre outras coisas”, observa Salemi. Se não conseguir encontrar alguma empresa específica na rede social, entre no site deles para ver conferir se existem páginas nas plataformas sociais.
“Trate o Instagram como um currículo visual das suas habilidades, experiências, pontos fortes e interesses”, afirma Salemi. Na verdade, também é importante garantir que todas as suas redes sociais sejam consistentes em termos da sua imagem, mensagem, profissionalismo, autenticidade e na forma como você se mostra para o mundo, completa ela.

SOBRE A AUTORA

Gwen Moran é escritora, editora e criadora do Bloom Anywhere, um site para pessoas que querem melhorar ou seguir em frente. Ela escreve sobre negócios, liderança, dinheiro e outros tópicos diversos para publicações e sites conceituados.