Todos os produtos da Ikea precisam ser montados por quem acabou de adquiri-los. Mas agora a marca quer transformar o desmonte de suas peças em um hábito com o lançamento de instruções para ajudar os consumidores a fazerem isso.

Agora quem tem uma estante Billy, um dos itens mais populares da loja, por exemplo, pode encontrar no site da Ikea instruções sobre como desmontar as peças. Com a iniciativa, a empresa quer facilitar a vida das pessoas na hora de doar, revender ou até reciclar os móveis.

Instruções sobre como desmontar a estante Billy, da Ikea (Crédito: Ikea)

Os produtos da Ikea nunca foram reconhecidos por sua longevidade. Mas esse movimento faz parte de um plano da companhia de se tornar 100% circular até 2030, ou seja, todos os produtos serão feitos para serem reusados, reparados ou reciclados. A estratégia começou em 2019, com um programa de aluguel de móveis e outro programa de recompra de peças, lançado em 2020.

No momento, seis móveis da Ikea contam com o passo a passo para serem desmontados: Billy, Brimnes, Lycksele, Malm, Pax e Poäng. Dá para fazer o download dos guias de graça e a página também dá dicas sobre como prolongar a vida útil dos produtos, como dar uma nova camada de tinta ou escolher uma peça modular que pode ter vários usos.

Essas instruções são, no final das contas, um esforço para driblar a sentença de morte dos móveis para o mercado de massa, com custo acessível: depois de alguns anos, a estante Billy encontra seu destino em um lixão.

Os guias sobre como desmontar itens, porém, tornam mais fácil devolver os produtos da Ikea às suas origens: móveis desmontados, prontos para serem reutilizados por outra pessoa.

SOBRE A AUTORA

Lilly Smith é editora associada da Co.Design. Anteriormente, foi editora do Design Observer e escritora contribuinte da AIGA Eye on Design.