POR MARK WILSON

Mesmo na era digital, nem sempre é fácil usar um computador. Basta que um de nossos dedos confunda uma tecla para que as palavras saiam complrtamrntr rttadas. E basta estarmos um pouco distraídos para tentarmos inserir um pen drive na porta de entrada HDMI, por exemplo.

(Crédito: Microsoft)

Para pessoas com deficiência, esse tipo de tropeço é ainda mais frequente, já que a maioria das tecnologias foi desenvolvida partindo do princípio de que o usuário apresenta mobilidade, audição e visão dentro daquilo que é considerado o “padrão”. Recentemente, a Microsoft vem reconhecendo esse problema, e seu recém-anunciado Surface Adaptive Kit confirma seus esforços para promover a acessibilidade. O kit consiste em uma série de etiquetas adesivas que fazem com que o manuseio dos computadores da Microsoft (ou de qualquer notebook) fique mais fácil para pessoas com deficiências visuais ou de mobilidade. Mas é claro que qualquer um pode se beneficiar das facilidades promovidas pelo kit e desejar adquiri-lo, mesmo os consumidores que não têm deficiências.

(Crédito: Microsoft)

O produto foi projetado pela Microsoft em conjunto com pessoas com deficiência, da mesma forma que a empresa havia feito anteriormente, durante o desenvolvimento do controle adaptado para Xbox (Xbox Adaptive Controller). Nos últimos anos, a Microsoft destacou-se como líder em design inclusivo, garantindo que seus produtos funcionem bem não apenas para um usuário típico, mas também para usuários que costumam ser deixados de lado no processo de design. Lentamente, o design inclusivo também vem sendo adotado por outras empresas do setor, da Logitech à Adobe.

(Crédito: Microsoft)

O kit, que deve ser lançado ainda este ano (por um preço ainda não anunciado), traz dois tipos de suportes de abertura, criados para ajudar o usuário a abrir telas ou a posicionar a base kickstand do Surface Pro. Ele também inclui etiquetas coloridas em alto-relevo para teclas, que adicionam saliências, inclusive aos botões de verificação dupla por toque (um aplicador ajuda a alinhar esses pequenos adesivos durante a instalação). Além disso, uma série de etiquetas longas permite que você identifique e distinga (visualmente e por toque) os cabos, por meio de um padrão tátil. Essas etiquetas podem ser combinadas em pares com as portas do seu dispositivo, que recebem etiquetas idênticas. A Microsoft afirma que até mesmo a embalagem do novo kit foi projetada para ser fácil de abrir, para que todos que precisam dele sejam capazes de instalá-lo por conta própria.

(Crédito: Microsoft)

Sim, um esforço enorme foi direcionado para a criação de algo que, no fim das contas, não passa de um conjunto de adesivos.  Mas, ao mesmo tempo, não é incrível que um simples conjunto de adesivos habilmente projetados possa tornar tão mais fácil o uso de dispositivos tecnológicos avançados, que chegam a custar milhares de dólares?

SOBRE O AUTOR

Mark Wilson é redator sênior da Fast Company. Escreve sobre design, tecnologia e cultura há quase 15 anos. Seu trabalho já foi publicado  no Gizmodo, Kotaku, PopMech, PopSci, Esquire, American Photo e Lucky Peach.