Você adora seu cachorro. Você compra para seu bichinho de estimação guloseimas saborosas e orgânicas, e elegantes bolsas de transporte para quando vocês fizerem longas viagens juntos. Mas as férias estão chegando e você está se perguntando o que poderia fazer com que Fido expressasse seu amor. Por que não comprar coleiras de cachorro Birkin? Elas custarão apenas US$ 380. Se você decidir incluir a guia, isso custará outros US$ 520.

Esses itens são projetados pela Pagerie, startup de luxo para animais de estimação que fabrica produtos usando couro francês de flor integral proveniente do mesmo curtume que é fornecedor da Hermès. E de acordo com a marca, os produtos são elaborados com o mesmo nível de cuidado. Cada peça é feita à mão. E os designers da marca utilizam uma abordagem que pode ser descrita tão somente como dog-centered design. “Tudo sobre estilos, formas, cortes e padrões de Pagerie deve estar de acordo com as formas e contornos de nossos cães”, afirma a fundadora Mandy Madden Kelley a publicação Dezeen.

A economia canina está em alta desde o início da pandemia, com as pessoas cada vez mais adotando animais de estimação para tentar compensar a solidão e o tédio. As vendas de fraldas para cães aumentaram 202% desde março, em comparação com o mesmo período do ano retrasado.

Durante décadas, rações e acessórios para cães foram dominados por grandes varejistas especializados, como PetCo, Petsmart e Chewy, que criaram produtos genéricos e utilitários, como coleiras e guias de plástico para cães. Mas, nos últimos anos, surgiram startups para criar mais suprimentos para cães com design avançado. A Wild One, por exemplo, cria itens essenciais atraentes, como kits elegantes para passear com os cães e até porta-saquinhos nas cores da moda.

Enquanto a Wild One busca criar acessórios atraentes, mas acessíveis para cães, a Pagerie foca o consumidor interessado em luxo. As peças são concebidas por meio de uma estética minimalista e a coleção de estreia da marca, Sahara, traz três peças em tons inspirados na areia do deserto. A peça mais cara é o peitoral , que custa US$ 720, foi concebido como uma sela de cavalo e vem com uma pequena bolsa “inspirada na clássica bucket bag”, de acordo com o site. O produto conta com um acolchoado que pode manter o cão aquecido quando a temperatura cair.


VIDEOS

SOBRE A AUTORA

Adriana Knackfuss., é Head de integrated marketing experiences (IMX) da Coca-Cola para a América Latina. Designer de formação, ingressou na The Coca-Cola Company em 2007. Foi líder de comunicação e marketing no Brasil, VP de transformação digital no Brasil e na América Latina e líder global do portfólio de marcas de sabores em Atlanta (EUA).Saiba Mais

RECEBA NOSSA NEWSLETTER COM CONTEÚDO EXCLUSIVO