O mercado de games só cresce – e as oportunidades de trabalho criativo também


Paulo Aguiar 3 minutos de leitura

O mercado de games cresce ano após ano. Falamos de uma projeção de faturamento global acima dos U$ 200bilhões, que supera os mercados de cinema e música juntos. Tão importante quanto os números é a presença dos games na vida das pessoas: três a cada quatro brasileiros jogam toda semana. 

Com mais gente jogando, as oportunidades profissionais do meio aumentam – seja no front, como pro-player ou streamer; nos bastidores, com desenvolvimento; ou nas funções criativas, operacionais e de produção na comunicação, que é quase um segmento à parte. 

Cresci sonhando em trabalhar com games, mas, por falta de informação (e de grana!) a ideia ficou de lado. Acabei seguindo carreira como publicitário e comunicador, mas nunca deixei de jogar e de acompanhar o crescimento da indústria. Essa proximidade me fez enxergar a sinergia entre o mercado de games e a comunicação – um precisa do outro para crescer. Parti desse raciocínio para empreender e, hoje, me dedico a criar projetos de comunicação, conteúdo e experiência nos games/ esports. 

Essa conexão demanda integração entre os mercados: de um lado, precisamos dos gamers “experts” nos departamentos de marketing e nas agências e, do outro, marqueteiros e publicitários trabalhando com games. Diferentes especialidades têm carreiras no segmento, mas trago aqui os highlights dessas oportunidades criativas. 

Direção de Criação, Arte e Redação

O mercado busca cada vez mais o expertise criativo para conceber big ideas, ativações de marca e projetos de entretenimento. O principal desafio aqui é encontrar profissionais com conhecimento real sobre games – só jogar e gostar não é o suficiente. É preciso acompanhar e colaborar com as comunidades e entender o que de fato importa. Assim, é possível conceber ideias que, além de criativas, se conectem com o público e reverberem além de posts do LinkedIn.

Creative Strategist e Social Planner

Planejadores e estrategistas criativos têm um lugar especial nesse mercado, já que pensamento estratégico é demanda crescente. Isso vale para lançamentos de games, influenciadores e times e, essencial no momento, concepção de estratégias de marcas não-endêmicas que buscam entrar nesse território. 

Social Media e Community Manager

Posições do universo digital e mídias sociais são sempre necessárias e oportunidades surgem diariamente. Especialistas têm a incansável tarefa de se adaptar e seguir as trends. A missão é encontrar profissionais atualizados nas boas práticas e que enxerguem fora da bolha dos games e esports, trazendo ideias de outros segmentos para esse universo. 

Filmmaking, Motion e Edição

Novos games, atualizações, times e organizações precisam de um bom vídeo de lançamento. Além de conteúdo audiovisual de qualidade, contar uma boa história continua sendo uma meta do segmento. Profissionais tecnicamente competentes e que tragam novas estéticas e narrativas que fujam do clichê vão se diferenciar.

Artistas 3D 

Talvez a posição mais óbvia da lista. Há anos o Brasil exporta profissionais 3D para grandes desenvolvedoras. Mas as oportunidades aumentam a partir do momento em que o 3D extrapola os jogos, com espaços em branding e conteúdo das organizações e times, cenografia, realidade virtual e no fenômeno dos avatares e influenciadores digitais.  

Map Maker/ Designer

A expansão do metaverso e a entrada de marcas no cenário de games acontecem pelo desenho de espaços virtuais. Essa oportunidade é minha principal dica para os que querem entrar no mercado: são inúmeros os cursos e, além disso, boa parte do conteúdo para criação de mapa está no YouTube e nas plataformas das publishers. A curto e médio prazo, é possível faturar alto e fazer parte do ecossistema. 

Mais do que evidenciar possibilidades, meu objetivo é mostrar que praticamente todas as atividades criativas têm espaço no mundo dos games. Empresas endêmicas estão em busca do melhor dos dois mundos, isto é, especialistas técnicos que também sejam gamers e conheçam a dinâmica da comunidade. Se você se encaixa nesse perfil, bora marcar um café – ou uma gameplay. Até mais!


SOBRE O AUTOR

Chief Creative Officer da 3C Gaming, Paulo Aguiar tem 15 anos de experiência liderando times e projetos criativos, muitos deles em mai... saiba mais