Como fica o futebol digital em ano de Copa do Mundo

Crédito: Fast Company Brasil

Jeancarlos Mota 7 minutos de leitura

De quatro em quatro anos, o mundo se rende ao maior espetáculo de futebol. Se o mundial deste ano tem um defeito, é a espera maior que o tradicional. Por causa do calor da cidade-sede, teremos que aguardar até novembro para ver os melhores na disputa pela taça mais desejada do esporte. No entanto, até lá, os fãs do futebol poderão curtir o esporte de inúmeras formas nos games. Normalmente, temos duas formas mais populares de saborear o universo da bola nos jogos eletrônicos, mas 2022 é um ano que traz promessas ousadas e expectativas que podem marcar a História do futebol digital.

Venha conosco saber como curtir o futebol no universo dos games e conhecer os formatos nos quais o esporte está se desdobrando em ano de busca pelo hexa.

FIFA 22 E FIFAe WORLD CUP 2022
O jogo oficial da FIFA continua a todo vapor. O game mais badalado de futebol, da Electronic Arts, tem recebido inúmeras atualizações e conta com modos que simulam desde a UEFA Champions League até a construção de um clube totalmente do zero (e seu gerenciamento). Recentemente, começou o evento de celebração dos melhores jogadores do mundo inseridos nas maiores ligas de futebol, com a Seleção da Temporada (TOTS). Nele, você pode escolher os melhores jogadores no site oficial do evento. Dos 100 indicados, é possível escolher 11 para o time da temporada.

Além disso, FIFA 22 recebeu a atualização oficial da Conmebol, com a Copa Libertadores da América e Copa Sudamericana. Agora temos os grupos atualizados como nos torneios oficiais e a possibilidade de disputar as competições no Modo Carreira. Isso só aumenta as emoções para quem joga em casa. Entretanto, algo ainda mais poderoso está em processo de seleção: a FIFAe World Cup 2022.

As Copas Libertadores e Sudamericana 2022 já estão disponíveis no FIFA 22 (Crédito: EA Sports/ Divulgação)

A cena competitiva global de FIFA é aberta para qualquer jogador que acredite ter o nível de habilidade e de investimento para juntar-se à cena mundial. Para tanto, basta competir no modo online do FUT (FIFA Ultimate Team, incluso no jogo, onde você precisa montar seu time por meio de pacotes, como de figurinhas, para incrementar sua equipe). Os melhores entre as competições abertas recebem o selo de competidor verificado, que serve como convite para as competições fechadas da temporada do FIFA Global Series.

A partir daí, os jogadores mais talentosos, que ganharam mais pontos ao longo da temporada nesses emocionantes torneios eliminatórios de dupla eliminação – bem como programas separados da liga doméstica –, passam para os playoffs, na esperança de competir nos torneios mais assistidos e competitivos para alcançar a vaga para a FIFAe World Cup.

Assim como o mundial de 2022, esse é o maior desejo de qualquer jogador competitivo de FIFA. Também cria um clima semelhante ao dos profissionais reais, tanto para quem participa dos eventos quanto para quem assiste aos torneios com os melhores jogadores de FIFA do mundo. É possível acompanhar o ranking por região e saber mais sobre os próximos eventos no site oficial do FIFAe World Cup.

FIFA LEGACY CUP

Fora isso, FIFA sempre tem movimentado ações e torneios com marcas parceiras do mundial. No final de março, por exemplo, tivemos as finais da FIFA Legacy Cup, um dos maiores torneios do game na América Latina. Promovido pelo McDelivery em parceria com a Coca-Cola, o evento teve o jogador HaroldChampion12, da Venezuela, como vencedor no PS4, enquanto o brasileiro Renato Lima Soares trouxe o título para casa na plataforma Xbox. A final teve transmissão ao vivo pela Twitch e premiação de US$ 10 mil.

Quem disse que os brasileiros não têm a chance de crescer na cena do FIFA? (Crédito: McDonald’s / Coca-Cola/ Divulgação)

Ao todo, foram 18 mil inscritos de 11 países da América Latina. Venezuela, Colômbia, Brasil, México e Argentina tiveram representantes nas semifinais. O Brasil foi o terceiro país com maior número de inscritos. Outro dado que mostra como o torneio atraiu o interesse da comunidade gamer foi o acesso de mais de 100 mil usuários à página do evento.

 A pergunta que resta na mente dos jogadores é se teremos um modo oficial da Copa ainda no FIFA 22, como aconteceu no FIFA 18. Afinal, devido à mudança de data do mundial, o jogo FIFA 23 já terá sido lançado e queremos saber em qual edição teremos a versão digital do mundial para jogar em casa.

eFOOTBALL 2022

O antigo PES (ou Winning Eleven, dependendo de há quanto tempo você joga games de futebol) agora se chama eFootball e trouxe mudanças que vão além do nome. A Konami está em meio a uma aposta bastante ousada, pois transformou seu tradicional game de futebol em um formato que mais lembra um game como serviço – algo semelhante a games como League of Legends, Fortnite ou Freefire.

Sim, isso quer dizer que eFootball agora é gratuito e você pode baixá-lo agora mesmo para seu console, PC ou celular se já quiser ver como o jogo ficou depois do lançamento da versão 1.0.0 – que está muito melhor, diferente da versão beta, pré-lançamento.

Em formato free-to-play, eFootball 2022 chega à versão de lançamento e promete (Crédito: Konami/ Divulgação)

Se antes o game estava repleto de problemas técnicos e bugs, a versão mais recente deixou a obra “jogável” e começa a mostrar o novo caminho que a empresa quer trilhar. Você não é obrigado a comprar nada, porém outros modos e ligas estarão disponíveis para compra, como a famosa Master League (modo de gerenciamento de equipe do eFootball).

Fora isso, a Konami promete que o eFootball 2022 terá crossplay – capacidade de jogar com pessoas de outras plataformas, como você em seu PS5 com um amigo no Xbox Series, por exemplo. Isso será algo inédito em games de futebol, mas precisamos esperar o lançamento da função para crer.

As atualizações do eFootball surgem como temporadas, que trarão mais times, melhorias, novidades de gameplay e modos para incrementar o jogo. Espera-se que isso traga tanto novidades gratuitas quanto pagas para que a pessoa tenha como escolher a forma que quer jogar. Isso sem falar que a cena competitiva do eFootball espera por essas novidades para retomar os eventos. O game tinha os direitos do eBrasileirão e os jogadores estão ávidos para saber qual será o futuro da série no tocante aos esports.

Para apoiar o crescimento desse novo formato, a Konami conta com uma crescente marca, na forma de times oficiais como parceiros:

Alguns nomes de peso já estão presentes na Temporada 1 do eFootball 2022 (Crédito: Konami/ Divulgação)

O futuro é promissor, porém não é bom dormir no ponto, Konami. Existem novidades interessantes a caminho dos gramados digitais.

QUEM OU O  QUE É O UFL?

A nova promessa quer tomar os gramados digitais e começa com uma pegada forte de marcação. Revelado inicialmente durante da Gamescom 2021 e prometido para “quando estiver pronto” (ainda em 2022), o UFL é o novo game de futebol que está a caminho, após seis anos em desenvolvimento. Sua grande declaração foi feita este ano, quando confirmou que estava fechado com um novo garoto propaganda, ninguém menos que Cristiano Ronaldo.

Cristiano Ronaldo, garoto propaganda do UFL: há espaço para mais um game de futebol? (Crédito: Strikerz/ Divulgação)

A desenvolvedora, Strikerz, revelou que o UFL também investirá na cena competitiva, com modos ranqueados e não ranqueados, e permitirá jogar off-line, com partidas 2×2 e 3×3. O jogo será construído ao redor de um modo emblemático: a liga global de futebol online UFL. Será possível criar seu próprio time e jogar dentro de “um sistema de matchmaking justo e baseado em divisões. Tais divisões terão promoções e as temporadas ocorrerão ao longo de um ano inteiro. Quando esse período chegar ao final, um único jogador será coroado campeão da UFL.

Essa proposta ainda terá uma espécie de algoritmo de matchmaking, que colocará jogadores de habilidades semelhantes para essas partidas. Os mais ferozes ingressarão na Premier Division da UFL, uma liga que traz vagas em torneios profissionais, além de outras recompensas. Mas, se você só quer se divertir, não tema. O time de desenvolvimento afirmou que haverá uma classificação de equipes em separado, para quem quiser jogar competitivamente com os amigos. O UFL aposta no formato free-to-play, como eFootball, e permitirá construir seus próprios times de futebol a partir de um grupo de aproximadamente 5 mil atletas da vida real.

Segundo a Strikerz, quanto mais você joga e ganha, mais oportunidades terá para fortalecer seu time – tanto para garantir novos jogadores quanto atualizar os que já tem. Além de Ronaldo, o UFL mostrou Kevin de Bruyne, Romelu Lukaku, Roberto Firmino e Oleksandr Zinchenko como embaixadores. Como times parceiros temos West Ham United, Sporting CP, Shakhtar Donetsk, Borussia Mönchengladbach, Bayer Leverkusen, Beşiktaş, Monaco, Celtic, Rangers e Hashtag FC.

Muito mais deve ser anunciado até o segundo semestre. Manteremos o time em campo.


SOBRE O AUTOR

Jeancarlos Mota é co-publisher de games da Fast Company Brasil, editor-chefe do IGN Brasil e apaixonado por games e esportes. saiba mais