Apple é marca mais valiosa do mundo, segundo ranking BrandZ

Com um valor de US$ 947,1 bilhões, marca se destaca por seu alto grau de diferenciação e diversificação

Crédito: Apple Store Morumbi/ Apple

Redação Fast Company Brasil 3 minutos de leitura

A Apple é a marca global mais valiosa, segundo o ranking BrandZ 2022 da Kantar, com valor de US$ 947,1 bilhões – ou seja, próxima a se tornar a primeira na casa do trilhão de dólares.

Segundo o levantamento, a Apple se destacou por seu alto grau de diferenciação e diversificação contínua, englobando hardware, software e portfólio de serviços.

O Google vem em segundo lugar, sendo um dos destaques de crescimento mais rápido na classificação e com um aumento de 79% no seu valor, chegando a US$ 819,6 bilhões.

Fonte: Kantar BrandZ/ Marcas mais valiosas de 2022

Louis Vuitton é a primeira marca de luxo a alcançar o top 10, com valor de US$ 124,3 bilhões, o que reflete a ampliação do mercado mundial de artigos de luxo, particularmente na China. Seu crescimento foi da ordem de 64%. Além disso, é a primeira marca europeia a entrar na lista da 10 maiores desde 2010.

Mercado Livre é a única latino-americana e a primeira da Argentina a entrar no ranking desde sua criação, em 2006. A empresa de e-commerce e pagamentos online ingressa na 71ª posição, com um valor de US$ 29,916 milhões.

Outras estreantes incluem Aramco, uma das maiores companhias integradas de energia e produtos químicos do mundo (em 16º lugar), e Infosys, empresa indiana de serviços de TI e consultoria, que chegou ao 64º.

“Os resultados deste ano nos mostram o valor do investimento contínuo nas estruturas de marca e marketing.”

As marcas chinesas continuam fortes, apesar de enfrentarem desafios singulares com a pandemia, figurando duas vezes entre as 10 primeiras, com Tencent em quinto lugar a Alibaba em nono.

A China também é o único mercado a rivalizar com a dominância dos Estados Unidos na categoria de Mídia e Entretenimento, com o WeChat na quinta posição e o TikTok na nona.

O valor combinado das 100 marcas globais mais valiosas aumentou em 23%, totalizando US$ 8,7 trilhões no último ano. Vale destacar a importância da sua força ao enfrentar uma economia em crise por conta da pandemia.

“A forte afinidade com a marca sustenta a predisposição do consumidor em escolhê-la, sendo de extrema importância para as organizações que buscam compensar a inflação galopante”, explica Martin Guerrieria, head do Kantar BrandZ. “Os resultados deste ano nos mostram o valor do investimento contínuo nas estruturas de marca e marketing, maximizando os retornos comerciais independentemente das condições do mercado.”

TENDÊNCIAS E INSIGHTS

As categorias de Mídia e Entretenimento, Provedores de Tecnologia e Varejo respondem por mais de metade do valor total das empresas listadas. As marcas de Tecnologia e Luxo foram as que mais cresceram (46% e 45%, respectivamente). Por categoria, Wells Fargo foi a única nova marca em primeiro lugar (em Serviços Bancários), substituindo a chinesa ICBC.

Fonte: Kantar BrandZ/ Marcas mais valiosas de 2022

Outros insights relevantes:

  • A pandemia acelerou ainda mais o crescimento do e-commerce no varejo. Por isso, as marcas que estabeleceram conexões mais fortes com os consumidores conseguiram sustentar seu crescimento no ambiente online e além.
  • As marcas de portfólio que continuam a inovar e diversificar mostram crescimento contínuo. Isso é especialmente evidente no caso de Apple, Google e Amazon, já que seus serviços abrangem tecnologia, entretenimento e serviços de pagamento.
  • As marcas que dependem de uma só categoria ou mercado têm o maior perfil de risco, diferente daquelas que diversificaram em várias categorias e mercados – e que tiveram crescimento de valor mais rápido.
  • Mais do que no passado, as marcas de hoje devem construir a confiança com base no desempenho social e não só no do produto. Às vezes, isso significa um propósito social integrado a toda a organização. A Nike é citada como um bom exemplo, com seu comprometimento contínuo em inovar e inspirar a todos, em particular meninas e grupos minoritários.

“As marcas são os maiores ativos das empresas, agregando enorme valor ao balanço patrimonial. Em tempos incertos, as decisões gerenciais sobre investimento de marketing podem se apoiar em métricas comprovadas. Nossas avaliações mostram claramente como o marketing de excelência se conecta ao valor da marca, no curto e longo prazo”, afirma Guerrieria.


SOBRE O(A) AUTOR(A)

Conteúdo produzido pela Redação da Fast Company Brasil. saiba mais