Depois do festival de música, Rock in Rio  promove seu “festival de conversas”

A segunda edição do Humanorama será realizada no Brasil e em Portugal, nas versões online (gratuita) e presencial

Crédito: Rock in Rio/ Humanorma/ Divulgação

Redação Fast Company Brasil 2 minutos de leitura

O Rock in Rio realiza entre os dias 28 e 31 de julho, simultaneamente em Portugal e no Brasil, a segunda edição do se festival de conversas Rock in Rio Humanorama,  Entre os 150 convidados desta edição estão empresários, artistas, ativistas, executivos, acadêmicos e parceiros como o rapper, compositor e ator Criolo; a apresentadora, atriz e empresária Angélica; a professora, youtuber e drag queen Rita von Hunty; a atriz do Porta dos Fundos Noêmia Oliveira; e o ativista Siyabulela Mandela, bisneto de Nelson Mandela.

O evento terá formato híbrido: online, 100% gratuito, e presencial. Para cada ingresso vendido, o Rock in Rio e a HSM doarão um curso livre da HSM University a talentos empreendedores das periferias do país.

A primeira edição foi realizada em setembro de 2021, totalmente online e gratuita, com o objetivo de unir pessoas em conversas. Desta vez, os organizadores esperam receber 250 participantes por dia no evento presencial.

“O projeto foi criado ao longo do primeiro semestre de 2021, ainda em um cenário de pandemia, de muitas incertezas e de questões existenciais para todos. Um momento de muita polarização no Brasil e no mundo, com poucas oportunidades de conversa e interação entre as pessoas”, explica Agatha Arêas, vice-presidente de learning experience do Rock in Rio.

Ao longo de quatro dias, o Humanorama explora, em formato de conversas, as mudanças que o mundo vem vivendo e as questões socioculturais que afetam a todos, tanto como indivíduos quanto como sociedade. Serão 110 atividades no total, com 16 horas de conteúdo gravado e ao vivo.

“Como já tínhamos um festival de música, resolvemos criar um festival de conversas, para juntar pessoas com backgrounds, visões, necessidades, dores e desejos completamente diferentes. Mas todos com o mesmo objetivo: a construção de um mundo melhor”, diz Agatha.

A curadoria é assinada do próprio Rock in Rio, em colaboração com A-Lab, HSM, a SingularityU Brazil, Gravidade Zero e Learning Village. Segundo Agatha, ela foi toda pensada com base na diversidade.

“Procuramos dinamizadores que sejam complementares nas suas vivências e projetos. Buscamos promover uma visão abrangente do mundo para aumentar o repertório de conhecimento a partir dessas conversas e encontros”, afirma.  

Todo o conteúdo poderá ser acompanhados online pela plataforma, com tradução em libras (para o Brasil) e em língua gestual (para Portugal), além de legendas.


SOBRE O(A) AUTOR(A)

Conteúdo produzido pela Redação da Fast Company Brasil. saiba mais