Ranking destaca 54 empresas brasileiras com impacto positivo excepcional

Elas fazem parte do Best for the World 2022, que destaca organizações com altos padrões de desempenho social e ambiental

Créditos sistemabbrasil.org/ Divulgação

Redação Fast Company Brasil 3 minutos de leitura

Mais do que força de mercado, marcas vivem uma nova era de propósito e impacto, motivando não só as escolhas de consumidores, mas também dos próprios colaboradores.

Funcionários estão deixando as que não se alinham com seus valores, clientes estão boicotando aquelas que não se preocupam com o impacto que causam no planeta e investidores estão transferindo ativos para empresas que demonstram compromissos ESG de longo prazo.

Recentemente a B Lab Global, uma rede internacional que cria padrões, políticas, ferramentas, programas e certificações para negócios, anunciou o ranking 2022 Best for the World, um reconhecimento às companhias com certificado B ou B Corps em todo o mundo. Na lista deste ano aparecem 54 empresas brasileiras.

“Cada edição do Best for the World é uma oportunidade de elevar o nível de como as empresas podem e devem operar para criar um impacto positivo real e duradouro para seus funcionários, clientes, comunidades e meio ambiente”, afirma Dan Osusky, chefe de padrões e insights no Laboratório B Global.

“Embora nenhuma organização seja perfeita – e mesmo as melhores possam e devam continuar a se esforçar para melhorar – as empresas B reconhecidas como Melhores do Mundo podem inspirar todos nós sobre como pode ser a verdadeira liderança nos negócios para progredir na abordagem dos desafios globais”, analisa Osusky.

“Empresas reconhecidas como Melhores do Mundo inspiram todos nós sobre como pode ser a verdadeira liderança nos negócios.”

Empresas com esse certificado atendem a altos padrões de desempenho social e ambiental, responsabilidade e transparência. Hoje, existem mais de 5 mil B Corps em 80 países.

De acordo com a diretora de relacionamento e comunicação do Sistema B Brasil, Cinthia Gherardi, o aumento no reconhecimento do BFTW de Empresas B brasileiras doi da ordem de 38%, o que demonstra que o país tem sido, sim, protagonista na agenda de negócios de impacto.

“Esse crescimento se deu tanto por empresas que seguiram na jornada de melhoria contínua e conseguiram comprovar um aumento do impacto no momento de recertificação, quanto por empresas que entraram para o movimento no último ano já com altos níveis de impacto e dentre as melhores para o mundo”, afirma Cinthia.

As 800 que entraram no ranking foram divididas em cinco categorias: comunidade, clientes, meio ambiente, governança e trabalhadores. Confira a seguir as brasileiras que se classificaram em cada uma delas:

COMUNIDADE

Empresas que se destacaram pela contribuição para o bem-estar econômico e social das comunidades onde atuam.

CLIENTES

Empresas que se destacaram ao estabelecer um novo padrão para atender seus clientes, oferecendo produtos e/ ou serviços que apoiam um bem maior, muitas vezes com foco em populações vulneráveis.

MEIO AMBIENTE

Empresas que estão liderando o caminho para um planeta mais sustentável e regenerativo, colocando o impacto que causam no ar, clima, água, solo e biodiversidade em primeiro lugar nas suas práticas de negócios.

GOVERNANÇA

Empresas que alcançaram pontuação máxima em missão geral, ética, responsabilidade e transparência.

TRABALHADORES

Empresas que tiveram impacto positivo para seus funcionários e cujas melhores práticas estão em aspectos relativos ao ambiente de trabalho.


SOBRE O(A) AUTOR(A)

Conteúdo produzido pela Redação da Fast Company Brasil. saiba mais