POR CLAUDIA PENTEADO

CEO e fundador do Singu, fundador e presidente do conselho do G4 Educação e autor do best seller “Nada Easy”, Tallis Gomes costuma dizer que a principal disparidade entre as pessoas é sua capacidade de executar nos dias ruins, da mesma forma que  executam nos dias bons. Segundo ele, disciplina e resiliência são importantes para tornar isso possível. Tallis fundou o Easy Taxi, que em 2017  fundiu-se com a Cabify, em uma das três mais importantes M&A de tecnologia na história brasileira. Depois de ser eleito pelo MIT como o jovem empreendedor mais inovador do mundo na lista under 35, entre muitos outros reconhecimentos, hoje está à frente do Singu, o maior aplicativo de serviços de beleza e bem-estar do Brasil, e preside o conselho da principal escola de formação de donos e executivos de negócios no país.  Nesta entrevista à Fast Company Brasil, ele revela suas visões sobre inovação, sustentabilidade, qualidade de vida e sucesso.  

O que é inovação para você?

Inovar é solucionar uma dor de alguém de uma maneira nova, geralmente, de uma forma que agregue mais valor ao consumidor ou cliente. Realizar sistematicamente testes em pequenas escalas é uma das melhores formas de se construir o novo, confrontando as suas ideias com o mercado e analisando o resultado gerado. Vou dar o exemplo do G4 Educação: nós enxergamos um gap na educação executiva, sobretudo direcionada para empreendedores, tendo em vista que o modelo tradicional é obsoleto, dada sua base muito teórica e uma duração que não condiz com as necessidades dos donos de negócios. Por isso, criamos uma metodologia inovadora, trazendo como mentores/professores quem, de fato, faz negócio no Brasil. Dessa forma, traduzimos as práticas das empresas de alto crescimento, de maneira aplicável, com ferramentas e técnicas para o empresário utilizar em seus empreendimentos tradicionais. Tudo isso, apresentado em programas de formação ágeis, com duração de dois a três dias, ou seja, viável para os gestores e executivos. No G4 Educação, começamos com o programa de formação em Imersão e Mentoria Gestão 4.0 e, quando vimos que havia um grande potencial, expandimos nosso portfólio de forma exponencial em dois anos, criando as edições mais específicas para Sales, Customer Experience, Growth, além de lançar nosso software de treinamentos para colaboradores personalizável, o G4 Edu. Portanto, a inovação começa no micro e passa a avançar após testes, erros e correção de rota a partir de informações.    


Quais são as habilidades mais importantes nos tempos atuais? 

A habilidade mais importante é a disciplina e, a ela, está associada também a resiliência. A principal disparidade entre as pessoas está justamente na capacidade de executar nos dias ruins, assim como executam nos dias bons. A longo prazo, isso traz uma diferença enorme para os resultados. Ser capaz de seguir em frente, executando como em um dia bom, ou seja, apesar de sentimentos negativos ou indisposição, é a habilidade que implicará em resultados excepcionais. 

O que o conceito de sustentabilidade representa para o seu negócio?

A sustentabilidade é composta por diversas faces: socioeconômica e governança são alguns de seus pilares, por exemplo.  No G4 Educação, temos duas frentes de atuação no que diz respeito à sustentabilidade: o crescimento do negócio de forma sustentável, ou seja, prezando pela lucratividade e transparência associadas à geração de empregos e oportunidades para as pessoas.  Já a segunda frente é focada no impacto positivo na comunidade. Em meio à pandemia, distribuímos cerca de 100 toneladas de alimentos em Heliópolis. Além disso, acreditamos no poder transformacional do ensino em diversos níveis, por isso, nossos colaboradores são voluntários no projeto Anjos do Job, chancelado pelo nosso braço social Olhar de Bia. Essa ação, onde nossos profissionais conversam com alunos de escolas públicas a fim de apresentar uma profissão e desenvolver as habilidades dos jovens, contribuindo para a decisão de que carreira irão seguir, é contínua.  Outro exemplo é o que realizamos na Singu: ajudamos milhares de artistas – como chamamos os profissionais do mercado de beleza – no momento de pandemia. Nosso modelo de negócio permite que elas tenham uma qualidade de vida muito maior do que quando associadas a salões, tendo em vista que elas precisam deixar grande parte de seus ganhos para os estabelecimentos.


O que significa qualidade de vida para você?

Experiências gastronômicas e culturais aguçam os sentidos e nos fazem exercitar nossa capacidade crítica, além de, claro, serem prazeirosas. Acredito que essas atividades deixam a vida mais leve e nos dão energia para seguir com nossos sonhos e objetivos.  A prática esportiva também entra na “receita” e é um pilar central no meu conceito de qualidade de vida, uma vez que a saúde física impacta diretamente na saúde mental e pode ser uma forma de superar seus próprios limites, contribuindo para que você se torne a melhor versão de si mesmo.

Qual o seu conselho para quem quer ter sucesso nos negócios e na vida? 

Ter um objetivo bem definido e se dedicar ao máximo para alcançá-lo. O sucesso nos negócios e na vida também são inseparáveis, portanto, sem dúvida, é preciso fazer certos sacrifícios para conquistar seus objetivos. Para isso, novamente, disciplina e consistência farão a diferença entre a sua versão que conseguiu alcançar o que queria da sua que parou no meio do caminho. Escolha a sua dor: a dor de abrir mão de satisfações imediatas em prol de algo maior ou a dor de não alcançar o seu objetivo em prol de satisfações imediatas.

SOBRE A AUTORA

Claudia Penteado é editora chefe da Fast Company Brasil.