Os neurocientistas finalmente descobriram por que falar um novo idioma é tão difícil para adultos. Pode parecer incrível, mas se você está tentando aprender uma língua estrangeira, seu cérebro está trabalhando contra você.

Há uma razão pela qual você enrola a língua: o cérebro adulto aloca a fala no hemisfério esquerdo e mostra muito pouca plasticidade, de acordo com novo estudo do periódico Journal of Neuroscience.

Pesquisadores espanhóis utilizaram imagens de ressonância magnética funcional para monitorar a atividade neural de pessoas enquanto liam, ouviam e falavam novos idiomas. Eles descobriram que conforme os participantes adquiriam proficiência, seus cérebros recrutavam ambos os hemisférios para a leitura e compreensão. Além disso, os padrões de atividade neural variaram amplamente de pessoa a pessoa. Contudo, a produção verbal se manteve firmemente presa no hemisfério esquerdo, com muito pouca mudança.

Traduzindo para leigos: é muito mais fácil aprender a escrever e a entender do que a falar fluentemente.

O estudo também sugere que a fala está presa ao hemisfério esquerdo, enquanto a compreensão é flexível, contando com muito mais plasticidade cerebral.

Os cientistas também descobriram que durante o aprendizado inicial, a atividade neural do idioma nativo e dos novos idiomas é parecida. Mas conforme os estudantes progridem, a atividade neural dos dois idiomas se torna mais distinta.

A mensagem para se guardar é: se falar bonito outra língua não é sua prioridade, você provavelmente será mais bem-sucedido aprendendo a ler e a entender.