Festival Cidade do Futuro celebra São Paulo e discute seus desafios

Evento acontece no aniversário da capital paulista, com arenas centradas no público LGBTQIA+ e em empreendedorismo periférico

Crédito: Divulgação

Redação Fast Company Brasil 3 minutos de leitura

Nesta quarta-feira, 25 de janeiro, a cidade de São Paulo completa 469 anos com uma lista de desafios para os próximos meses. Para levantar algumas dessas discussões e, ao mesmo tempo, celebrar a ocasião, o Festival Cidade do Futuro, terá 40 arenas para debater o futuro da cidade, além de oficinas artísticas, exposições de filmes e oficinas criativas

O evento de inovação, cultura e tecnologia é promovido por lideranças do ecossistema de startups de São Paulo, com o apoio da prefeitura e do ProCentro. A primeira edição, realizada em 2019, contou com mais de 30 eventos e atividades simultâneas em 18 locais do centro histórico.

Festival Cidade do Futuro 2019 (Crédito: Isabela Marques/ Divulgação)

Na ocasião, foram realizados debates sobre a vida cotidiana, com temáticas ligadas ao transporte público, mobilidade compartilhada, futuro do dinheiro, prédios inteligentes, entre outras ações. Foram mais de cinco mil participantes. A expectativa para esta segunda edição é reunir 10 mil pessoas.

“Durante todo o dia, discutiremos ações e iniciativas para melhorar a vida de quem vive, visita ou trabalha em São Paulo, fazendo análises e projeções sobre em quais aspectos ainda precisamos evoluir. Será um dia de muita troca sobre temas diversos que fazem parte do dia a dia da cidade”, afirma Michel Porcino, idealizador do evento.

Michel Porcino (Crédito: arquivo pessoal)

“Acreditamos que olhar para o passado nos ajuda a construir um futuro melhor. Por isso, comemorar o aniversário de São Paulo é celebrar a criatividade que vem das periferias, as novas ideias de startups que surgem de todos os cantos e, principalmente, a diversidade de uma cidade que acolhe e acelera o crescimento de todos perfis de empreendedores”, completa.

O festival terá a participação de 469 palestrantes e uma programação com mais de 300 horas de eventos simultâneos. Alguns destaques:

Futuro da Educação – ciclo de palestras abordando temas como educação e tecnologia, tecnologia como motor de inclusão, educação para amplificar acessos e os desafios de uma educação transformadora. Das 10h às 17h, no Mosteiro São Bento.

Startup for Good – mesas redondas que discutirão assuntos como ESG e os pilares dos negócios do futuro, investimentos de impacto, edtechs e startups que transformam. Das 9h às 12h, no Pateo76 (Rua Boa Vista, 76).

PrideTech – essa arena trará perspectivas e discussões sobre o que está sendo feito pelo e para o público LGBTQIAP+. Serão abordados os desafios do mercado de trabalho para esse público, políticas e melhores práticas para a gestão, inovação e empreendedorismo. Das 9h às 18h, no restaurante Aroma e Sabor (Rua São Bento, 545).

Empreendedorismo Periférico – a discussão vai girar sobre temas como empreendedorismo e marginalização da cultura periférica; inovações e iniciativas que comprovam que a tecnologia e a periferia se conectam, entre outros. Das 13h às 18h, no Pátio Metrô São Bento (Largo São Bento, 109).

Festival Cidade do Futuro 2019 (Crédito: Divulgação)

“Estamos celebrando esse caldeirão de ideias e pessoas que se dedicam a transformar a cidade, resolvendo com inovação e criatividade desafios complexos ligados à educação, acesso à saúde, desafios das mudanças climáticas, inclusão de grupos vulneráveis, combate à fome, e tantos outros desafios”, afirma Porcino.

“Esses problemas são oportunidades de mudança que ganham evidência no festival, para que a gente construa uma cidade mais verde, criativa, humana, amorosa, sustentável, com maior qualidade de vida e oportunidades para todos.”


SOBRE O(A) AUTOR(A)

Conteúdo produzido pela Redação da Fast Company Brasil. saiba mais