POR REDAÇÃO FAST COMPANY BRASIL

Detesta os resultados de sua pesquisa do Google? Agora há um guia prático para remover informações

A aquisição do Afeganistão pelo Talibã mostra como as atividades online do passado podem rapidamente ser transformadas em armas contra os indivíduos.

Os acontecimentos recentes no Afeganistão destacaram como o histórico da atividade online das pessoas pode rapidamente tornar-se prejudicial. Os afegãos estão lutando para apagar dados sobre si mesmos da Internet que o Talibã pode usar para aplicar punições. Felizmente, vários gigantes da tecnologia estão se preparando para proteger os usuários afegãos e ajudá-los a ocultar ou remover seus dados.

Embora não necessariamente relacionado aos trágicos eventos no Afeganistão, o Google agora postou um novo documento que centraliza todas as informações que uma pessoa precisa saber para remover os resultados da web sobre si mesma da pesquisa do Google. O Google anunciou a novidade em um tweet.

O documento central explica como criadores e proprietários de sites podem bloquear rapidamente os resultados de pesquisa do Google em seus sites, remover permanentemente seus sites dos resultados de pesquisa do Google e reindexar as páginas em seus sites para refletir as novas informações para a pesquisa do Google.

Há ferramentas adicionais que o Google disponibilizou para as pessoas. O documento central agora contém links para as etapas a serem seguidas para impedir que conteúdo antigo sobre você que foi apagado com sucesso de um site apareça nos resultados de pesquisa do Google. Além disso, há informações sobre como fazer com que o Google remova os resultados da pesquisa de informações sobre você que não foram removidas de um site.

Você pode verificar o documento completo aqui. Também vale a pena compartilhar com segurança (apenas por meio de aplicativos de mensagens criptografadas de ponta a ponta) com qualquer pessoa conhecida no Afeganistão  cuja atividade online pregressa possa ser usada como arma pelo Talibã.