A lista de leitura de Bill Gates para o verão (a estação recém começou nos EUA) gira em torno da ideia do conflito entre homem e natureza. Em seu blog pessoal, o cofundador da Microsoft compartilha cinco recomendações de livros que conversam com um tema que é prioridade para ele há algum tempo – a resolução da crise climática – e com o contexto de incertezas geradas pela pandemia.

No ano passado, Gates também enfrentou questões pessoais que vieram à tona na imprensa: o divórcio depois de 27 anos de casamento com Melinda French Gates, em maio. Pouco depois, foram publicadas informações sobre a ligação do bilionário com Jeffrey Epstein.

Gates sempre publica suas listas de livros. As compilações sempre incluem leituras provocativas, que ele se inspirou a ler depois de ter terminado um livro sobre assunto similar, ou porque foi recomendado por um colega. Esta é a terceira compilação de ideias de livros que o filantropo publica durante a pandemia.

Aqui vão as cinco leituras de Bill Gates para o verão (ou para o inverno brasileiro):

Lights Out: Pride, Delusion, and the Fall of General Electric — Thomas Gryta e Ted Mann

Sob um Céu Branco: A Natureza no Futuro — Elizabeth Kolbert

Uma Terra Prometida — Barack Obama

The Overstory — Richard Powers

Imune: A extraordinária história de como o organismo se defende das doenças — Matt Richtel

Acesse o post completo dele aqui.

SOBRE A AUTORA

Diana Shi é editora assistente da seção Worklife da Fast Company. Antes, ela foi editora da Vice e editora assistente da Entrepreneur. O trabalho dela apareceu foi publicado em veículos como Business Insider, Teen Vogue e Mashable.