POR FÁBIO CARDO

Conveniência, saudabilidade, praticidade e sustentabilidade. Esse é o conjunto de atributos fundamentais para o desenvolvimento de novos alimentos. Seguindo essas premissas, a Shefa lançou uma nova linha de Whey Protein, produto pronto para beber na embalagem cartonada combismile, inédita e inovadora, produzida pela SIG.

A Shefa é uma tradicional indústria de alimentos, contando em seu portfólio com chás, achocolatados, leite, néctares, bebidas vegetais, creme de leite e bebidas flavorizadas. Entra agora no mercado de bebidas saudáveis e com alto teor de proteína: seu Whey Protein, contém 25 gramas de proteína, zero lactose e zero açúcar. O produto estará disponível no tamanho de 250 ml, nos sabores chocolate, baunilha e doce de leite, todos com tampas, nas principais redes varejistas atacadistas no Brasil.

Divulgação

O produto é apresentado numa embalagem cartonada asséptica, própria para consumo on the go, isto é, para pessoas que podem estar se movimentando enquanto bebem o produto. 

Segundo Renata Kasahara, Head de Marketing da SIG na América do Sul, a combismile trouxe mais modernidade e conveniência para o Whey Protein da Shefa. “A embalagem tem um formato perfeito para o consumo em movimento, o que vai de encontro com a nova tendência de consumo, onde todos buscam mais conveniência e praticidade, seja em casa ou na rua. Além disso, bebidas ricas em proteínas exigem uma embalagem mais moderna e que se destaque na gôndola”.

Para Renata, ter uma embalagem diferenciada ajudará a marca a crescer ainda mais no mercado de alta proteína. “A expectativa é de que o mercado de bebidas com alta proteína cresça mais de 8,8% até 2025, e o número de novos lançamentos cresce a cada dia”, completa Renata.

“Com essa nova embalagem, repaginamos nossa linha de bebidas de alta proteína, que tem um público exigente e jovem. Esse público está sempre buscando produtos de qualidade e que combinem com o estilo de vida deles. A embalagem tem um design bonito, mais fácil de segurar e com uma tampa que facilita o consumo”, declara Roberto Adabo, presidente da Shefa.

Sem descuidar da sustentabilidade, um dos fatores decisivos nas compras do público-alvo, todas as matérias primas compradas para produzir a combismile na América do Sul, são certificadas. O papel possui o selo FSC, o alumínio é certificado pela ASI e o polímero é certificado pela ISSC Plus. Isso garante que todos sejam provenientes de fontes certificadas, com manejo sustentável e com a cadeia produtiva rastreada. Além disso, grande parte da composição da embalagem é papel, que é uma matéria prima renovável. E 100% da embalagem é reciclável. 

SOBRE O AUTOR

Fábio Cardo é economista de formação, atua em comunicação empresarial e empreendedorismo e é co-publisher do canal FoodTech da Fast Company Brasil.